Critérios de Credenciamento

  • Art. 1º As solicitações de credenciamento como orientador permanente de mestrado do PPGEST serão avaliadas pelo Colegiado do curso e posteriormente encaminhadas à Congregação de Carreira dos Cursos de Pós-Graduação do Instituto de Ciências Exatas (CCCPG-IE) e à Câmara de Pesquisa e PósGraduação (CPP) para deliberação.
  • Art. 2º Somente será proposto pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Estatística (CPPGEST) para credenciamento como orientador de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Estatística (PPGEST) o pesquisador que atingir pelo menos dois pontos, segundo a pontuação relacionada nos Arts. 5º e 6º, nos três anos anteriores e no ano corrente ao pedido de credenciamento ou de recredenciamento.
  • Art. 3º O critério previsto pelo Art. 2º é um critério mínimo exigido para a solicitação, não sendo critério para credenciamento automático. Além da pontuação mínima (dois pontos), o pedido de credenciamento ou de recredenciamento será encaminhado para a CCCPG-IE somente após aprovação do CPPG-EST, baseando-se em parecer circunstanciado emitido por membro do PPGEST indicado pela Coordenação.
  • Art. 4º O parecer circunstanciado do pedido de credenciamento ou de recredenciamento a que se refere o Art. 3º deve contemplar aspectos qualitativos da produção e da formação do pesquisador que estejam alinhados com a Proposta do Programa, tais como, o alinhamento com os interesses estratégicos do programa; a relevância da formação; a autonomia na pesquisa, as colaborações científicas fora do programa, a prevalência de publicações internacionais com JCR; o potencial de disciplinas para ministrar; e as orientações prévias (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso ou projeto de iniciação científica).
  • Art. 5º A pontuação do pesquisador para o pedido de credenciamento ou de recredenciamento levará em consideração as publicações de artigos em periódicos classificados de acordo com o Qualis/CAPES mais recente da área de Matemática/Probabilidade e Estatística (MAPE). Os periódicos não classificados na versão mais recente do Qualis/CAPES da área MAPE serão pontuados segundo sua indexação no Current Index to Statistics (CIS) e/ou no fator de impacto obtido a partir do Journal Citation Reports (JCR). 
  • Art. 6º A pontuação atribuída para cada publicação do docente, conforme a classificação e pontuação descrita no Art. 5º, sofrerá uma deflação de 25% caso a produção apresente coautor(es) credenciado(s) no PPGEST. Para novos credenciamentos, essa deflação será aplicada para coautores solicitando credenciamentos simultaneamente.
  • Art. 7º Respeitando-se os prazos de credenciamento estabelecidos pelo regimento geral da UnB, o credenciamento no PPGEST de orientadores de Mestrado será mantido por até cinco anos, podendo ser renovado após esse período.
  • Art. 8º O professor já credenciado como orientador de mestrado do curso será automaticamente descredenciado se, transcorridos três anos após o credenciamento ou o recredenciamento não obtiver pelo menos um ponto conforme a pontuação relacionada nos Arts. 5º e 6º.
  • Art. 9º Para efeito das avaliações previstas nos Arts. 5º, 6º e 8º, o pesquisador deverá manter atualizadas as informações no seu currículo Lattes da plataforma do CNPq.
  • Art. 10 Credenciamentos para orientação específica e coorientação serão avaliados caso a caso pelo CPPG-EST. Art. 11 Casos especiais ou omissos não aplicáveis aos artigos anteriores serão analisados em caráter especial pelo CPPG-EST. 

 

Também disponível na versão em PDF

  • Última Atualização: 18 Setembro 2017